sexta-feira, 24 de abril de 2009

"... na saúde e na doença."

Hoje eu estava vendo o post sobre Amor Incondicional, no Blog da Pakismixbrazil, então eu me lembrei de um amiga da época da faculdade.
Ela parecia uma bonequinha de porcelana, ele um rapaz forte, alegre bonito mesmo. Eram noivos, coisa e tal. Sabe aquele casal bonito de se vê? Então.

Eis, que ele sofre um seríssimo acidente de carro, o que acabou comprometendo todos os seus movimentos. Ele não conseguia mais falar normalmente, teria ficado impossibilitado de andar por muito tempo, às vezes lúcidos, às vezes com um olhar vazio, inexpressivo. Ela esteve presente ao lado da família dele nos momentos mais difíceis, ajudou a cuidar dele e tudo mais.

Depois de um bom tempo de muita tratamento, fisioterapia, ele começou a se recuperar. Foi então que ela resolveu terminar o noivado. A família dele ficou extremamente sentida com a atitude dela, mas, segundo a mesma, ela tinha muita vida pela frente. Queria sair, viajar, casar e construir uma família de verdade por amor e, não por piedade. E assim as coisas aconteceram.

Ok, não julguemos para não ser julgados. Mas, talvez, muitos se lembrem da história do ator Gerson Brener, ou mais recentemente do cantor Marcos Mena, que passaram pelo mesmo caso de sobreviverem após dias em coma, uma luta intensa pela vida e ainda terem seus casamentos acabados. Será que era amor tão verdadeiro assim? Será que estamos preparados para lidar com situações desse tipo? Muitos casais na hora do casamento fazem juras de amor eterno na saúde e na doença, mas será que é assim mesmo?

6 comentários:

http://noticiasdoladodeca.blogspot.com/ disse...

A primeira pessoa que tocou nesse assunto foi um amigo. A mae dele o havia indagado se aquela namorada seria realmente a mulher da vida dele mesmo se ela sofresse um acidente e ficasse paralitica. Pensei nisso mas nao tinha resposta para a pergunta.

Tempos depois, minha prima se casou com um peao que ficou tetraplegico apos montar num touro. Acompanhei por 4 anos o sofrimento dela. O casamento tinha acabado mas ela continuava com ele pq era o pai de seu filho e tinha que ajuda-lo. Ela nao vivia. Apenas cuidava dele. Até que um dia ele foi para um grande hospital em BH e a equipe de psicologos o fizeram ver que ela precisaria andar avanti até pq tinha o filho deles que precisava desta referencia.

Entao descobri, para mim, a resposta. Em alguns casos, qdo se ama, deixa a pessoa partir, mesmo que nao seja mais possivel viver com ela.

Claro que cada caso è um caso mas è preciso de uma visao realista e nao romantica em um casamento. E olha que sou super romantica e contra o divorcio (em muitos casos).

Ps.: no caso do Gerson Brener, o que me deixou de coraçao apertado foi o fato dele ter abandonado a mulher e a filha para ficar com a bailarina!

Iza disse...

pra mim amor vale tudo... jamais abandonaria um amor se ele tive-se passando por maus bucados....


se eu puder dou minha vida pra ver meu amor beme feliz.... independente se ele irá ou não fazer po msm por mim..

Carol by Carol disse...

penso muito nisso...

Elaine disse...

Olá!
Estou passando para te convidar a participar de uma promoção em meu blog. Ficarei muito feliz se você puder participar.
Quanto ao post, eu penso que ficaria com meu marido em qualquer situação. Sempre e para sempre.Mas cada caso é um caso, né?
Beijos e bom fim de semana.

Mariachiquinha disse...

Quando meus pais tinham 30m e poucos anos, eles sofreram um acidente de carro, no qual os médicos (daquela época) não acreditavam que meu pai voltaria a nadar.
Foram uns 3 ou 4 anos de muita fisioterapia, tratamentos, ele consegui voltar a andar, correr, nadar normamlemente. Em nenhum momento passou pela cabeça de minha mãe terminar ali o casamento dela.

Cada um é cada um.

Eu não teria coragem de colocar a cabeça no travesseiro e dormir em paz sabendo que eu por ato de puro egoismo teria terminado meu casamento, namoro, no momentod em que a pesoa mais precissasse de mim.

Amor quando é de verdade, vai muito além do egoismo.
Será que entenderíamos se fosse conosco?

BarbieGirl disse...

Se é amor verdadeiro ele não acaba nunca!!
bjks