domingo, 13 de setembro de 2009

Valeu ou não valeu?

Depois de tanto blá blá blá, nos jornais, sites, programas de tv, chegamos ao final de Caminho Das Índias. Sim, eu acompanhei a novela inteira, por quê? Nunca fui fã adordorosa da Glória Perez, sempre achei que ela viaja na batatinha e exagera tanto na ficção que a novela fica cansativa. Porém, eu adorei Barriga de Aluguel, O Clone e Caminho das Índias.

É óbvio que a Índia Glória não estava preocupada em reproduzir fielmente a cultura do lado de lá. Quer saber, sobre os costumes indianos, vá às Índias ou procure um documentário sobre. Novela é novela, ponto.

Mesmo assim, a novela pecou em alguns casos. Por exemplo, ficou uma sensação de impunidade do ar sem tamanho. Tarso atira em Murilo, Melissa assume a culpa e...??? Ivonete consegue se safar. Zeca, terminou contando história de pirata, (patético). Raul e Julinha cometeram crimes e... nada também. Acho que os únicos que recebram qualquer tipo de punição foram os personagens "secundários" como Beca e Mike.

Outro ponto falho: Qual a finalidade da personagem Berê e a diretora do colégio? O que elas vieram mostrar, como ser um educador frustado? Problemas em sala de aula existe e isso não é novidade pra ninguém, mas quais são as reais possibilidades diante de tais problemas?

Agora me explicam, numa sociedade tão conservadora, como que duas mocinhas vem para o Brasil, sozinhas e se perdem no meio da trama? Por que não deram um final descente para Deva, Radesh e Sonya?

Por que fizeram aquele penteado horrível em Vera fisher??? Onde estão os truques de beleza da rede globo?

Muito sem graça também foi o final de Indra, Dona Wal e Ciça. Agora nada se compara com o Abel tomando leitinho para que a sua Norminha contiasse saindo pras noitadas, vai ser corno conformado longe.

E, lógico, os protagonistas da novela, acho que ficou claro que Marcio Garcia foi muito mal explorado na trama. Nada a ver a cena em que Raj encontra Maya vestida de viúva e de repente ela muda de roupa como num passe de mágica e volta para casa dos Anandas toda produzida. Essa foi péssima!

Quanto mais, em se tratando de um folhetim, que parece que teve seu final cronometrado, valeu a pena.

6 comentários:

Carol by Carol disse...

a atualização do seu blog num esta aparecendo pra mim
eu concordo contigo
mtas estorias para encerrar e ficouo tudo meio picado ne?
ahhhhhhh esperava mais do encontro da maya com o raj tb! aquele encontro!

Iseedeadpeople disse...

O encontro de Maya e Raj foi muito brega!!! E sem emoção!!!

Agora, a melhor cena foi qdo Opash e Shankar descobrem a verdade. Achei lindo!!! Ali sim me emocionei. Mas, se eu fosse depender do triangulo Raj-Maya-Bahuan p me emocionar, eu tava lascada hahahja. tbm achei bonitinho as juras entre Anusha e Hari!

Agora...alguém interne a Tônia junto com o tarso!!! Ele quase mata o irmão dela (se acontecesse comigo, eu não só terminaria imediatamente, como ia querer vê-lo apodrecer na cadeia ou no manicomio judiciario), quebra as coisas, desaparece, dá cada surto medonho...e a besta larga uma pós em Berlim p virar babá dele??? Cara, romantismo tem limite!!! Foi muita forçação de barra!!!

Mel disse...

Novela eh novela,ficcao,caramba,pq que raios esses autores sempre "cagam"no ultimo capitulo,dentre inumeros foras e forcacao geral,eu destaco a total falta de sensibilidade da familia Ananda,Maya,com a Duda,eu sempre esperei ele reencontrando ela,mesmo que nao fosse pra ficar junto mas para esclarecer as coisas,reconhecer o filho,pedir desculpas,ridiculo,to revoltada,nenhuma novela vai superar a perfeita O Clone.E la vem Helena de novo,barzinho,musica de qualidade,afffffffffff

Monique Rosa disse...

A novela não teve um final. Ficaram várias coisas pendentes.
Sobre o Tarso e a Tônia terem ficado junto, eu discordo da Sheila. Tudo bem que largar uma pós em Berlim é sacanagem, mas eu tenho um primo (mora na minha casa) e sofre do mesmo problema daí eu torcia meio que inconscientemente pelo personagem.Engraçado foi o que a minha tia me disse no telefone: agente queria que a novela mostrasse que tem cura, né Nique? Mas não tem o que se pode fazer?
Eu fiquei com esse sentimento porque as crises do Tarso são idênticas as do meu primo, mas até entendo todo mundo pensar diferente.

Monique Rosa disse...

A maya tinha super poderes.ahahha

Claudia Acourt disse...

Não vi mas, pelo post, posso dizer que a mocinha chorou muito na trama, certo?
Sobre as impunidades nao serem pagas, virou "clichê" dos autores reproduzirem a realidade como aconteceu na novela Vale Tudo, a grade pioneira neste tipo.
Boa semana!