domingo, 28 de março de 2010

Os pais também sofrem

(Pais de Alexandre Nardoni indo visitá-lo no presídio)


Ainda que eu concorde que a justiça no caso de Isabella Nardoni, ainda que eu entenda perfeitamente a dor da Ana Carolina Oliveira, e também tenha querido justiça, não deixa de ser triste ver os pais do Alexandre, levando sacolas e mais sacolas para ele na prisão.

Filhos erram, talvez muito porque tenha faltado  aos pais dar-lhes limites, punições, nãos, mas fato é que, os pais não devem ser responsáveis por todas as ações de seus filhos, até porque, passar num vestibular, forma-se em medicina, tem participação dos pais, mas tem o mérito da própria pessoa em questão. Portanto, não dá pra culpar os erros do casal Nardoni a seus pais, do mesmo jeito que não tem com tira-lhes a responsabilidade na formação do carater de seus filhos em questão. Mas é fato, que nessas horas a dor dos pais ao visitarem seus filhos nas pentenciárias é muito grande.

Digo isso porque uma antiga vizinha teve seu filho mais velho preso por alguns anos, hoje já falecido por overdose. E tantosofrimento poprque ele passou a roubar para comprar drogas. Todos nós vimos a luta que daquela mãe viuva, lutando de internação em  inernação de seu filho. Acompanhamos as prisões feitas enquanto usuário de drogas, e depois como ladrão.

\Pelo menos uma vez na semana aquela mãe levava comida em potes plástico para o filho, roupa lavada, remédio, e outras coisas. Que em cada visita, tinha que se submeter ao constrangimento de tirar toda roupa, subir em  um espelho e passar pelas prova da revista, tudo para ficar um pouco mais perto do filho. E ao sair dali, olhar para o mundo e saber que ela era julgada pelos erros que o filho cometera, afinal, onde ela estava que deixou que o seu filho usa-se drogas, que não o educou o suficiente para que ele dissesse não ao submundo ao qual passou a  se sentia extremamente culpada por ter "errado", ou ter sido ausente na eucuçaso de seu filho mais velho?

Por mais erros que os pais cometem, por mais erros que os filhos comtem, há sempre uma dor, um julgamento,  um sentimento de culpa, um peso que os pais terão que carregar. Talvez seja esse o preço que os pais do casal Nardoni, (e Jatobá), tertão que carregar para o resto de suas vidas, mediante erros de seus filhos inconsequentes.

\\

2 comentários:

Mel disse...

Muito triste,tbem imagino a dor dos pais e fico triste por eles.Concordo 100% com voce,eles terao essa culpa nas costas pra sempre,eh assim,filhos ate a morte,Alexandre deve agradecer a Deus por seus pais nao o abandonarem mesmo na hora que muitos o fazem.Eu penso que ser pai e mae eh isso,independente do que acontecer,estar ao lado dos filhos sempre,nao sendo conivente,mas estar ao lado somente.

Vitor Diniz disse...

Fico imaginando os pensamentos dos pais deles...


Te convido a visitar meu blog também:
http://vitorconsidere.blogspot.com