domingo, 8 de janeiro de 2012

Blogar, por que parei?



Já faz um bom tempo que eu não venho aqui com frequência, e é uma mistura de "porques" (num me lembro se o assim que se escreve esse porque, mas andemos). Graças a Deus, tive um ano em que trabalhei muito e não soubrou muito tempo para criar tópicos interessantes pro blog, e quando tinha tempo faltava inspiração, e quando tinha inspiração, a preguiça falava mais alto. Mas por que eu deixei que isso acontecesse?

Já reparam que os blogs deram uma esfriadinha? Em 2008, 2009, 2010 os blogs eram mais ativos, as pessoas postavam mais, comentavam mais, se expunham mais. 

Acho que cheguei na palavras chave, exposição. Nossa como é dífícil lidar com a exposiçao pública, mesmo aqui no blog, onde não posto fotos pessoais, falo pouquíssimo da minha vida pessoal, e mesmo assim confesso que essa exposição bloguística me desestimulou. 

Uso o blog pra postar o que eu quero. Mesmo sendo uma jornalista (formada, porém não praticante), nunca usei o blog com o intuito de, mesmo sendo muslim, nunca usei o blog para querer converter ninguém, embora eu tenha gatos e ame os animais, nunca usei esse tema como norteador dele. Sempre procurei escrever demas diversos. 

Por outro lado, também sofri com comentários desnecessários, deselegantes (ai,como eu sou chique), incovenientes, ao ponto de chegar a moderar os comentários. Foi aí, que perdi de vez a vontade de blogar. Possivelmente, outras pessoas também.

Se você posta algo relacionando ao amor, te chamam de piegas, boba alegre, etc... Se posta sobre animais, que é chato, desinterssante, se é sobre algumm assunto relacionando ao Islam, querem me converter as respectivas religiões.

Gente, por favor,né... Já sou bem grandinha e bem adulta pra saber o que eu quero e o que eu não quero. Já passei por inúmeras experiências de vida, das quais muitas tive que aprender a cair e a me levantar. Não sou nenhuma menininha deslumbrada com os relacionamentos amorosos, nenhuma tolinha juvenil. Já fiz três faculdades, sou pós-graduada. Gosto de ler gibi da Mônica, revista Caras, Nietzsche, Simone de Beauvoir, e já li toda a coleçao de Machado de Assis. Saio cantarolando refrões de Michel Teló, como Led Zeppelin a Tom Jobim. Já estudei francês (praticamente no século passado) e voltei a estudar inglês, portanto, não tenho cabecinha de vento. Como eu costumo dizer aos meus alunos: Sou macaca velha!!

Estou longe de querer ou precisar de conselhos alheios de pessoas que aparecem lá uma vez ou outra no blog para deixar sua pífia opinião. É claro que adoro quando recebo carinho nos comentários.Porque aquecer corações é melhorar que espetar. Mas cadê os comentários? Parece que as pessoas também não querem mais comentar nos blogs, aí vai se craindo uma cadeia de desestímulo e os blogs vão criando teias de aranha.

Ai, tá bom chega. Já falei demais, já me expus demais. Até a próxima.

6 comentários:

Denise Bomfim disse...

Salam, Mariachiquinha!

Um post interessante. Está vendo? Já criou, escreveu sobre seus sentimentos. Essa é ainda a magia dos blogs, mesmo que muitas pessoas não comentem muito, tenho a certeza de que leem e muito! rsrs
Talvez não comentem muito como antigamente (5 anos atrás) devido ao surgimento do Twitter. O danado do Twitter torna as pessoas monossilábicas...
Essa é a minha opinião. E também há o fato das pessoas terem vários outros sites de relacionamentos: Facebook, Sonico e sei lá mais o quê.
Daí falta o tempo para comentar. O blog era um ponto de encontro antigamente sim.

Bem, mas o tempo passa. O que importa é a MENSAGEM.

Beijos ao seu coração de blogueira!
E vc, ainda gosta de comentar nos blogs dos amigos?

Mia disse...

Andaste desaparecida!! Entendo que queremos nos proteger, porque tem muita gente que fala mal da vida dos outros sem conhecer o outro e sem olhar pra sua propria vida.
Mas não deixes o blog! Aos poucos vai tentando falar o que puderes ;)
Beijos

Mariachiquinha disse...

Obrigadas meninas pelos comentários. Isso realmente me estimula a blogar.Estou até pensando em falar sobre o facebook num outro post.

Sobre comentar nos blogs amigos, também estou voltando a comentar.

Beijinhos

ჱStéfani Aicha disse...

Eu também acho que umas das razões disso é a exposição. E percebi que a blogosfera deu uma esfriada desde o ano passado.

Já tive uns 12 blogs, comecei aos 15 anos e também não postava fotos minhas. Mas com as mudanças em minha maneira de pensar e agir sobre diversos aspectos, eu decidi excluir muitas postagens e depois tranquei de vez. Às vezes tenho vontade de nem mostrar meu nome, mas anonimato é proibido por lei. E só por isso, não tiro, rsrs.

Outro motivo bem provável em minha opinião é o Facebook, o qual caiu no gosto de quase todos :P E lá você pode controlar quem vê suas ações. É muito mais interessante. :)

Rejane disse...

Oi, flor!
Eita... meu bloguito também tem sofrido com minha ausência. Assim como vc, tive um ano puxado de trabalho, consequentemente o cansaço atrapalhava a inspiração.
Apesar do meu aparente "afastamento", a blogosfera é um ambiente que amo e que não troco por orkut, nem por facebook, nem por outra rede social. A blogosfera é única, e blogar é uma experiência impar pra mim.
Já li tanto post lindo, já postei textos bons também. Já aprendi tanta coisa na blogosfera, conheci pessoas tão legais... Enfim, abandonar meu bloguito? Nã nã ni nã não!
Um beijo no seu coração, flor. A gente se encontra por aí, nas esquinas da blogosfera, rsrsrs...

blog do nenem disse...

Continue blogando,gosto muito do que vc faz !
Bj
Denise