segunda-feira, 11 de maio de 2009

Tudo que é eterno não tem fim

Amanhã dia 12 de maio, meus pais estariam completando 50 anos de casados.

Sabe aquelas histórias de amor eterno? Então, é assim a história deles. Não foi nenhum conto de fadas, mas foram felizes para sempre, sim.

Meus pais se conheceram quando eles tinham mais ou menos 13 anos. E foi amor à primeira vista. Como todo casalzinho de adolescentes, começaram a namorar escondido dos meus avós. Mamãe conta que eu avô era muito bravo, e quem fazia a "cobertura" eram os irmãos dela.

Depois de um ano de noivado, eles se casaram. Ela com 18 anos e ele 19. Ela tinha acabado os estudos e ele tinha conseguido um emprego.

Viveram muitas alegrias, muitas conquistas, mas sofreram juntos a perda de dois filhos e uma luta interminável para que finalmente eu chegasse à vida deles. Viram pais, irmãos, amigos irem embora. Isso sem contar na luta de todos os dias.

Entre altos e baixos, alegrias e tristezas, lá estava o amor falando mais alto. Chegava ser engraçado quando os dois brigavam, muito barulho, bate-boca, para alguns minutos depois estarem numa paz como se nada tivesse acontecido. Eles eram muito unidos e os bons sentimentos, a tolerância, a relevância, o companheirismo sempre prevaleciam.

Até que veio a doença do meu pai. Foram pouquíssimos dias, porém intensos demais. Eles sofreram juntos. Ela não deixou que ninguém contasse a ele a verdade sobre a doença e mais do que nunca se dedicou a cuidar dele, mais até do que da própria vida. Ainda consigo me lembrar do sorriso dele para ela, ele tentando cantar para ela... E foi o nome dela as suas últimas palavras. Com o medo da ida, ele segurou forte na mão dela e quase sem voz, respirando com muita dificuldade, ainda conseguiu dizer "Eu te amo, minha vida."

Minha mãe nega a morte dele até hoje. Ela diz que apenas não pode vê-lo e que nada entre eles mudou porque são eternos e tudo que é eterno não tem fim.

13 comentários:

Carol by Carol disse...

fiquei emocionada... deve ser muito complicado perder alguem que se ama! espero nunca passar por isso, =( sua mae eh forte...

Gori disse...

Que amor bonito!!
Isso é o que mais importa!

Mishal Zohaib disse...

Que bonito flor...Simples e comovente!! Ai ai, sou suspeita de falar, mas adoro historias de amor verdadeiro...=)

Ana, Aprendiz de Anjo disse...

Pena que já não exista um amor assim. Beijos

BarbieGirl disse...

Eu uma eterna romÂntica, apaixonda, estou emocionada!
Parabéns por esse amor, por eles fazerem jus ao sentimento mais lindo, que mts pessoas estragam!!
Parabéns pela união, carinho, respeito, amizade, cumplicidade, por juntos criarem uma família sólida, com base no amor!!
Eu quero ter esse amor com meu namorido, para sempre!
Que Deus abençoe sua família, como abençoa, cuida e protege a minha!!
Um grande beijo

Reggi* disse...

Nossa, que triste, não tenho palavra pra falar, mas quero um amor assim que nem do seu pai e sua mãe..! o AMOR acima de tudo.. *-*
beijãaoo.. ;*

Camila disse...

Que post tão bonito! Fiquei emocionada ao ler.
Amar assim, perdidamente, intensamente...para sempre. Que poético e maravilhoso....Lindo!!!

Avanny Oliveira disse...

Olá cara amiga de blog, agradeço sua visita e comentário nos meus posts. Bom, é complicado essa história de perder alguem da familia neh... mas somente Deus, em nosso caminho pra superar tudo não é? um grande beijo, Avanny Oliveira

egitoebrasil disse...

estou de volta nos comentários também...

que lindo texto... realmente nos deparamos com casos de amor eterno o tempo todo, meus pais também tem uma história linda, depois eu conto... mas parece que as pessoas pararam de acreditar nisso, não entendem que ao casar temos sim de nos doar e também estar preparado para as tristezas juntos... beijos

Mariachiquinha disse...

Eu acho que muitas pessoas se casam mas não estão prepardas para o casamento. Casam pelo calor da paixão, dos corpos.

Confudem casar com brincar de casinha, que pode parar de brincar a hora que quiser, em menores consequências.

Assumir uma vida a dois é saber enfretar desafios seja do cotidiano, da felicidade, da properidade, da ausência...

Mel disse...

Lindo lindo emocionante!!
Isso sim eh ser feliz na vida,ter um amor para lembrar,beijos para sua mae lindinha!!

Claudia Acourt disse...

Chorei pois acredito neste tipo de casamento, que ainda pode exister amor entre os casais.
Meus exemplos tbem sao meus pais. Com personalidades diferentes, eles encontraram no respeito e dedicaçao ao relacionamento o caminho para um casamento feliz.
Fico feliz por saber que vc tbem pode ser expectadora de uma verdadeira historia de amor.

Bacio

sheila alvarenga gogoi disse...

Lindo, chorei ao ler! Seus pais são maravilhosos, agora sei quem vc puxou ;)