sábado, 13 de março de 2010

Você está preparado para ter um amigo muçulmano?



Na semana passada, na escola onde eu trabalho estava precisando de um professr de geografia, daí eu me lembrei de um, que trabalhou comigo em outra escola no ano passado. Daí consegui o telefone dele, liguei pra ele falando sobre a vaga.

Num primeiro momento ele se mostrou interessado, mas antes de aceitar ou não, ele precisava ter a resposta de uma outra escola, a qual ele já estava tentando uma vaga. Foi aí que ele perguntou se eu tinha algum email, orkut pra entrar em contato.

Então eu disse que me achar no orkut ele deveria procurar pelo meu nome muslim (muçulmano), senti um silêncio profundo. Logo em seguida a pergunta típica de quem não está acostumado: "Ah! Você é muçulmana?" "Sim, eu sou por que?"  "Nada, não. Qualquer coisa eu te ligo." E até hoje ele não ligou.

Daí, há quem possa estar pensando, que uma coisa não tem nada a ver com a outra, que foi puro esquecimento, ou qualquer coisa parecida. Mas não foi. Eu sei que não foi. E sei também, que não é fácil lidar com os "preconceitos" religiosos. Isso eu tiro de letra quando é comigo. Já sou macaca velha, mas fico imaginando uma criança ,um adolescente, se sentir "diferente"por ser muçulmano, judeu, budista, ateu...

ps. : Esse professor de geografia, é evangélico e estuda teologia, mas parece que ele esqueceu de que DEUS é um só, e está acima de qualquer religião.

5 comentários:

khadijahwaqas disse...

li...e me identifiquei..porque há 2 minutos recebi um email de um colega de trabalho, também evangélico..um email preconceituoso e deinformado intitulado "e agora muçulmanos..o que vcs vão dizer?"....sobre um pai que enterrou viva a esposa e duas crianças por surpreende-las lendo a bíblia...e apoós 8 dias as crianças estavam vivas...etc etc....sou super discreta a respeito da minha religião (muslim)..exatamente porque...é minha...pra mim..mas vejo que ele se sente muito incomodado...quando li o email, me senti no meio de uma disputa, onde ele quer provar não sei o que...que eu não estou afim de saber...debater...nada...isso porque o brasil é um país "democrático" que respeita todos os credos...a máscara hipocrita dos fariseus continua aí...sou estudante de psicologia, e posso dizer que nosso país é extremamente fechado para culturas que ele não conhece e extremamente preconceituoso...e ainda não se deu conta disso....

beijinhos...Khadijah

Olívia Barros disse...

Sim eu estou.
Não sei desde quando o seu credo a tornará diferente de mim.
E desde quando o credo dele o torna melhor do que eu, você?
Bah estou farta de hipocrisia.
Eles se consideram irmãos...será isso então somos excluídas desta irmandade?

Carol disse...

acho que ridiculo! que ignorante ele! quem saiu perdendo foi ele flor, relaxa!

Gisa disse...

Eu já tenho uma: tu, minha amiguinha virtual muito querida!!! Sou contra todos os tipos de preconceitos; como bem disseste Deus é um só, independente do nome que lhe dão. Beijos

O Mundo - Verdades e Mentiras disse...

Assalamu Aleikum!

Eu já sofri e sofro até hoje muitos preconceitos. Tenho 17 anos e me converti há alguns meses. Sendo que depois de 1 mês, o mês das críticas e perguntas frequentes do porquê eu me converti, decidi falar abertamente para quem quisesse saber sobre a minha religião: o Islam.

Atualmente, ainda sofro preconceitos mas meus amigos, os amigos mesmo, me dão o maior apoio e até se orgulham pela força que eu tive de segurar maior barra em casa.

E se a gente ficar com vergonha, medo e tal de falar " Eu sou muslim" o preconceito nunca acabará.

Parabéns pelo post
Allah Hafiz